Your browser doesn't support javascript.

SciELO Livros

SciELO Livros

Home > Pesquisa > (363)
Imprimir Exportar

Formato de exportação:



Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Esta página Sua seleção Todas as referências (max. 300)
|
Resultados 1 - 20 de 363
1.

Acervo revisitado: intersecções e convergências no redesign de uma coleção díspare

(eISBN:9786559541409)
Autor(es): Jorente, Maria José Vicentini
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2021
Sinopse: O livro Acervo Revisitado: intersecções e convergências no redesign de uma coleção díspare trata de um sistema modelar de documentação e informação museológica criado por profissionais da informação da Unesp de Marília no Laboratório de Pesquisa em Design e Recuperação da Informação – LADRI.
2.

Semiótica documental: aspectos contextuais, teóricos e interdisciplinares

(eISBN:9786586546897)
Autor(es): Almeida, Carlos Cândido de
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2020
Sinopse: No campo da Documentação na Espanha, a Semiótica tem sido uma fonte de articulação conceitual e constitui-se uma proposição teórica relevante. Os trabalhos de teor semiótico aplicados à Documentação, iniciaram-se na década de 1980. Desde então, tem-se considerado os processos documentais como atividades semióticas por excelência, pois supõem a manipulação, a tradução, a conversão, a transmissão e a interpretação de signos. O livro pretendeu conhecer as abordagens e as linhas semióticas constantes do campo da Documentação na Espanha. Para tanto, sustentou-se que a orientação semiótica dos estudos espanhóis em Documentação ainda requeriam um tratamento abrangente e sistematizado. Entre os resultados, destacam-se a convergência da maior parte dos teóricos com temas semióticos vinculados à Linguística e a necessidade de refundação de uma Semiótica documental, seguindo as diretrizes de Izquierdo Arroyo. Entende-se que as abordagens semióticas possuem um potencial para fomentar os estudos da linguagem no campo da organização do conhecimento, contribuindo assim para a reflexão epistemológica da Ciência da Informação no Brasil.
3.

Entidades assistenciais para crianças e adolescentes no município: impasses institucionais e possibilidades

(eISBN:9786557142998)
Autor(es): Benelli, Silvio José
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2022
Sinopse: Neste livro, Silvio José Benelli examina nos arquivos do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente as entidades assistenciais cadastradas, identificando quais são e como funcionam esses estabelecimentos públicos e privados que atendem crianças e adolescentes em “situação de risco pessoal e social” em um município do interior do estado de São Paulo. A partir de ampla literatura sobre política pública de atendimento à criança e ao adolescente na atualidade brasileira e por meio de uma análise crítica, tanto da documentação quanto da bibliografia, o autor aprofunda a compreensão sobre a estrutura, o modo de funcionamento, a efetividade, os não ditos e as lacunas discursivas, principais problemas e desafios que enfrentam essas instituições. A produção da vida social é um dos determinantes fundamentais na orientação filantrópica das entidades assistenciais, que se encontram pautadas atualmente pela lógica mercadológica do terceiro setor, avessa às políticas públicas sociais e que lhes impõe dificuldades para pautarem discursos e práticas a partir do paradigma do sujeito cidadão.
4.

Escrita infantil: junção e tradição discursiva

(eISBN:9786557143032)
Autor(es): Lopes-Damasio, Lúcia Regiane
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2022
Sinopse: Resultado de pesquisas realizadas na Universidade Estadual Paulista (Unesp), da graduação à pós-graduação, esta obra apresenta, de forma leve e objetiva, um modo de olhar para a escrita infantil, capaz demonstrar a riqueza com que essa escrita se apresenta a quem se dispõe a vê-la sem as lentes da gramática projetada para a escrita padrão. Para reconhecer as relações entre mecanismos de junção e tradições de textos, a abordagem teórico-metodológica aqui propõe a conjugação de aspectos linguísticos e discursivos. Nesse espaço, os mecanismos de junção deixam de ser tomados exclusivamente como categorias linguísticas e ganham estatuto de rastros da circulação do sujeito por sua imagem da escrita. Esses rastros permitem o reconhecimento, no material escrito, da movimentação do sujeito para a construção dos sentidos na textualização. Nesta obra, a riqueza com que a escrita infantil se mostra ao leitor deixará clara a importância da investigação proposta, não unicamente para a compreensão do caráter heterogêneo da/dessa escrita, mas também para futuras proposições que favoreçam o seu ensino.
5.

Introdução à filosofia de Bergson

(eISBN:9786557143025)
Autor(es): Rodrigues, Paulo César
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2022
Sinopse: A proposta de tocar vez a vez em temas percorridos ao longo dos livros de Bergson, cercando de perto os pontos essenciais das análises a que os temas foram submetidos, se mostra muito acertada. Ela permite ao leitor acompanhar o movimento em espiral que gira em torno do mesmo fenômeno, a temporalidade, segundo contextos diversos de sua manifestação, e o aprofunda, aproximando-se do que é em última instância um núcleo inefável. Trata-se de seguir as consequências, filosóficas e vitais, da redescoberta do tempo como duração, isto é, do ininterrupto “advento de novidade” que é o real e que, por isso mesmo, garante a dimensão de contingência e imprevisibilidade do futuro. Pensar em duração consiste, portanto, num modo especial de fazer filosofia, cuja potência crítica e positiva ainda está por ser explorada. Encontramos, no livro em mãos, uma excelente apresentação do filósofo, cuja função, preparada com cuidado e dedicação, será certamente cumprida, projetando mais e melhores leitores dessa obra tão essencial.
6.

Guimarães Rosa: dimensões da narrativa

(eISBN:9786557143018)
Autor(es): Leonel, Maria Célia; Nascimento, Edna Maria F. S.
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2022
Sinopse: Os onze ensaios aqui reunidos agrupam-se em duas partes: “Estudos comparativos” e “Aspectos da narrativa rosiana”. A primeira tem como eixos a relação entre narrativas de Guimarães Rosa e escritos literários de outros autores e a relação entre elas e produções cinematográficas que traduzem para outra linguagem o universo do escritor mineiro. Os estudos da segunda parte – além de sugerirem um possível caminho para a construção de uma poética rosiana a partir de juízos do próprio escritor, sobretudo acerca da literatura e de sua relação com a língua, em escritos não literários e também literários – demonstram como, na construção da narrativa rosiana, é explorada a relação entre som e sentido, analisam como o autor trata as paixões humanas que desafiam os padrões impostos pela razão e salientam a antropomorfização da natureza como componente erótico. As autoras, com esta publicação, almejam contribuir para uma melhor compreensão da obra de Guimarães Rosa e suscitar reflexões, pois, como ele escreveu em Grande sertão: veredas, “Vivendo, se aprende; mas o que se aprende, mais, é só a fazer outras maiores perguntas”.
7.

A escola da juventude paulista: a expansão dos ginásios públicos e o campo político no estado de São Paulo (1947-1963)

(eISBN:9786559540051)
Autor(es): Diniz, Carlos Alberto
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2020
Sinopse: Como ocorreu no Estado de São Paulo a expansão dos ginásios públicos no período da redemocratização? Como os Poderes Executivo e Legislativo estadual atuavam em torno dessa questão para responder às demandas da população da capital e dos demais municípios paulistas? Tais questões orientaram toda esta obra, cujos resultados indicam um notório processo de expansão das escolas ginasiais em um ritmo extraordinariamente acelerado, ocorrido de modo discrepante em diversos aspectos, uma vez que prevaleceram critérios políticos em detrimento de critérios educacionais. Temática de grande atualidade e interesse para estudantes, professores e pesquisadores da área da Educação, a questão da expansão das redes de ensino diz respeito diretamente à democratização e ampliação da cidadania. Nesse sentido, o conhecimento de natureza histórica, sobretudo no que tange à relação entre política e educação, pode contribuir sobremaneira para qualificar a discussão e subsidiar reflexões sobre a expansão da escolarização no país e, de igual maneira, problematizar a conjuntura educacional brasileira no presente.
8.

O fascismo em dez lições

(eISBN:9786557143049)
Autor(es): Bueno, Sinésio Ferraz
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2022
Sinopse: Os textos que compõem a presente obra oferecem uma percepção aguda do dilema ético-político contemporâneo, especialmente no contexto nacional, ao colocar o fascismo em questão, e vão além, ao propor a radical questão: como reagir a ele, sem ao mesmo tempo, nos tornarmos fascistas? Trata-se de um livro com dez valiosas lições que mobilizam os principais conceitos da Escola de Frankfurt, especialmente os cunhados por Theodor Adorno e Max Horkheimer, dialogando também com Freud e autores da tradição filosófica, com destaque para os contemporâneos. É uma obra fortemente recomendada na formação de professoras e professores, de todas as modalidades de ensino, na medida em que todas e todos sentimos os efeitos do fascismo na trama social. Nesta obra, o foco do enfrentamento não está no Outro, não está na ação fascista, mas no cuidado e no enfrentamento do fascismo que, em maior ou menor grau, conforma nosso olhar. Reconhecer o fascismo no Outro é menos trabalhoso e menos complicado do que reconhecer o fascismo que habita em cada um de nós.
9.

Design coletivo: grupos, movimentos e escolas do moderno ao contemporâneo

(eISBN:9786557142967)
Autor(es): Moura, Mônica
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2022
Sinopse: Design coletivo apresenta, ao longo da história do design, entre 1800 e 1990, as escolas, os movimentos e os grupos com propostas interdisciplinares, atuação conjunta e colaborativa entre as áreas do artesanato, da arte, do design, da arquitetura, da engenharia e de outros segmentos, como moda, estamparia, joalheria, espaços interiores e urbanos, sem separações, preconceitos ou corporativismos. Conhecer a atuação interdisciplinar, a somatória do conhecimento de diversas áreas na concepção, na criação e na produção que constituem um novo objeto, comum a todos os envolvidos, nos leva a perceber a essência do design e as bases do design moderno e contemporâneo. A pesquisa histórica reunida neste livro é parte dos resultados do doutorado da autora, à qual foi somada a vivência de mais de trinta anos nas salas de aula nos cursos de graduação e pós-graduação em design, fato que a levou a perceber a necessidade de comprovar que a ação coletiva, colaborativa e interdisciplinar existe no design há muito tempo, por várias gerações e entre diversas culturas.
10.

Selecionar, controlar e distribuir: o Instituto Nacional de Imigração e Colonização e a política imigratória brasileira (1952-1955)

(eISBN:9786559542444)
Autor(es): Santos, Amanda Pereira dos
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2022
Sinopse: O tema migratório ganhou destaque nas políticas públicas brasileiras durante o primeiro governo de Getúlio Vargas (1930-1945). Não obstante, em seu segundo governo (1951-1954), Vargas ainda se mostrava preocupado com a política imigratória que deveria ser implementada no Brasil. Com o objetivo de controlar e dirigir o movimento imigratório após a Segunda Guerra, o presidente propôs a criação do Instituto Nacional de Imigração e Colonização (INIC). Assim, o presente trabalho se propõe a analisar a configuração da política imigratória brasileira a partir da fundação desse Instituto, bem como as atividades e os debates ocorridos no primeiro ano de seu funcionamento.
11.

Uma aula como ocupação: da infância da arte à arte da infância

(eISBN:9786559542499)
Autor(es): Imbrizi, Nathália Pallos
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2022
Sinopse: Neste livro, a autora pensa a sala de aula como uma ocupação que transborda a aula para a esfera pública. Para isso, a autora narra a experiência de convidar artistas contemporâneos a ocuparem o espaço da escola pública de base com suas “obras de arte” e seus desdobramentos. A partir dessas experiências, justifica a ideia de “uma aula como ocupação” e reúne as falas das crianças escutadas ao longo desse processo. Nesse sentido, propõe que o ensino de arte na escola se reinvente permanentemente e se afaste do perigo da instrumentalização da arte e da infância.
12.

Labirintos de Borges e Saramago: espaço, palavra e identidade

(eISBN:9786559542536)
Autor(es): Sotta, Cleomar Pinheiro
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2022
Sinopse: Este estudo crítico defende que é possível aproximar a produção narrativa de Jorge Luis Borges e José Saramago tendo como guia a imagem do labirinto, selecionando três grandes perspectivas em que ela se desdobra. A primeira delas é a espacial. Ambos os escritores tendem a descrever os ambientes por onde circulam os personagens, traçando uma analogia com as definições e características labirínticas acumuladas ao longo do tempo. Em segundo lugar está a evocação do labirinto na própria escrita, na forma de organizar os textos, na pontuação e, principalmente, no tom ensaístico-filosófico e nas notas digressivas intercaladas ao enredo. Por último, a busca pela identidade também se associa a vias labirínticas, na medida em que se compõe como um trajeto cheio de incertezas, objetivando chegar ao centro, isto é, ao encontro de um eu consigo mesmo e com um outro.
13.

Água e bacias hidrográficas: planejamento, gestão e manejo para enfrentamento das crises hídricas

(eISBN:9786557142981)
Autor(es): Piroli, Edson Luís
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2022
Sinopse: Ao longo da evolução do planeta, a água foi a principal responsável pela formação das bacias hidrográficas. Nas últimas décadas, a ocupação dessas bacias sem planejamento, gestão e manejo adequados provocou mudanças no ciclo e nos caminhos das águas, rompendo o equilíbrio dessas áreas. Solos ressecados e menos produtivos, erosões, assoreamentos, inundações, ilhas de calor, mudanças climáticas, doenças de origem hídrica, incêndios em áreas naturais e de produção agropecuária e crises hídricas são algumas das consequências da ocupação desordenada das bacias hidrográficas. Este livro aborda as temáticas da crise e da segurança hídrica, demostrando suas causas, consequências e alternativas para a reversão desses processos ou, pelo menos, para o enfrentamento dessas problemáticas, com redução de danos e melhor convivência das pessoas com a realidade atual, de profundas transformações nas bacias hidrográficas e na disponibilidade hídrica.
14.

Perspectivas educacionais e novas demandas: contribuições da telecolaboração

(eISBN:9786559540020)
Autor(es): Garcia, Daniela Nogueira de Moraes
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2020
Sinopse: O mundo hoje vive um dos seus mais críticos momentos da sua história com a pandemia da Covid-19. Na Educação, 1,5 bilhões de estudantes ficaram sem aula e em suas casas, segundo dados da Unesco, com escolas fechadas em 191 países e 63 milhões de professores sendo afetados. Tivemos que subitamente transformar nossas práticas presenciais em atividades remotas, tarefa difícil pois a grande maioria não tinha e continua não tendo formação para isso. Mas se por um lado temos uma grave crise, podemos fazer dela uma grande oportunidade para mudanças. O momento atual é um dos mais ricos em termos de meios de interação, comunicação e de acesso a informação, propiciados pelos avanços das tecnologias digitais. Temos muitos recursos, mas carecemos de estratégias e de formação que permitam utilizá-los na construção de ambientes de aprendizagem contextualizados, significativos e inclusivos. Nesta direção, esta obra retrata experiências relevantes para entendermos como podemos estabelecer atividades que utilizam as tecnologias na formação de professores, em projetos de ensino de línguas que consideram os contextos, a perspectiva multicultural e os significados para os estudantes. Além disso, destaca o papel mais nobre de um professor, que é o processo de mediação e da colaboração para a construção do conhecimento de seus discentes. No momento atual, este livro pode ser uma luz para os educadores pois demonstra que a tecnologia, quando bem empregada, é um valioso instrumento para a criação de ricos ambientes de aprendizagem, quer sejam presenciais, virtuais ou híbridos.
15.

Práticas pedagógicas de professores no ensino de matemática nos anos iniciais do ensino fundamental e a resolução de problemas

(eISBN:9786559540112)
Autor(es): Lima, Simone Marques
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2020
Sinopse: Neste livro a autora aborda a Prática Pedagógica de professores no ensino da Matemática nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental no contexto didático da Resolução de Problemas, tendo como horizonte a realidade de trabalho na qual os professores se inserem e as implicações pedagógicas decorrentes da sua formação, dos modelos didático-pedagógicos enunciados na prática pedagógica cotidiana, sem perder de vista, a conjuntura sociopolítica que envolve o problema da educação no país. Com o olhar da Teoria Histórico-Cultural, a investigação retratada no livro ao focalizar a Prática Pedagógica docente aborda diferentes temáticas relacionadas aos conteúdos matemáticos a serem trabalhados nos Anos Iniciais e revela a importância do conhecimento matemático para a consolidação dos processos de leitura e de escrita. A relevância da obra situa-se no constante diálogo com os professores, que têm a possibilidade de descrever suas angústias, dificuldades e possibilidades, num contexto em que as condições de trabalho não são favoráveis ao aperfeiçoamento da prática docente. Sem dúvida, este livro pode contribuir para a formação inicial e continuada de professores que ensinam Matemática nos Anos Iniciais e também nos Anos Finais do Ensino Fundamental. Trata-se, também, de um material útil para a equipe de gestão das escolas e contribui para o campo de pesquisa da Educação e Educação Matemática.
16.

Superdotação, transtorno de déficit de atenção/hiperatividade e dupla excepcionalidade: um estudo de indicadores e habilidades sociais

(eISBN:9786559540129)
Autor(es): Ogeda, Clarissa Maria Marques
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2020
Sinopse: O livro apresenta uma discussão extremamente necessária ao século XXI e traz reflexões sobre os fenômenos da Superdotação e do Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade, delineando, desmitificando e alertando sobre a possibilidade de sua coocorrência – a denominada Dupla Excepcionalidade –, que se manifesta em indicadores de um e de outro fenômeno, mas, como todo encontro, se transforma e apresenta indicadores específicos. A complexidade e a heterogeneidade intrínseca aos grupos podem dificultar o diagnóstico e a atuação com esses estudantes, nos diferentes âmbitos: família, escola e sociedade. Compreendê-los e atendê-los em suas necessidades é necessário a quem se dedica ao ofício de ensinar, pois eles podem se tornar líderes mais empáticos com as necessidades humanas e promover o desenvolvimento cultural e tecnológico da nossa sociedade. Com uma abordagem multidisciplinar e de caráter multimodal, são investigados os indicadores dos fenômenos e suas habilidades sociais, apontando pontos fortes e fracos, o que pode oportunizar o entendimento diante de uma realidade tão paradoxal, dinâmica e com traços aparentemente contraditórios.
17.

Gestão democrática e participação na educação profissional agroecológica do MST (PR): limites e possibilidades de uma educação

(eISBN:9786586546941)
Autor(es): Lima, Lais Ribeiro dos Santos
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2019
Sinopse: A dominante modalidade de relações de produção, dos homens com a natureza, e entre eles próprios, se não estão esgotadas, encontram-se no limite intransponível do seu potencial. Forças de desenvolvimento social outrora, essas relações converteram-se em sua antítese, em problema social imenso que reclama sua superação histórica. Como os donos do poder se encontram inexoravelmente comprometidos com a ordem social, a empreitada cabe às classes trabalhadoras, que contam com uma teleologia secular de revolução social. Um fragmento dessa teleologia, protosocialista, foi com o que se deparou Laís Lima em seu estudo histórico-empírico realizado na Escola Milton Santos, em Maringá, PR. A pesquisadora constatou que nela se pratica uma pedagogia contraposta às antinomias supra referidas, e que suas principais ferramentas são o ensino da agroecologia e a gestão democrática. A agroecologia promove uma relação não agressiva da sociedade com a natureza, assim como o entendimento de que sua prática é incompatível com as relações de trabalho dominantes. Esse é um dos motivos pelo qual o seu incremento é indissociável do estabelecimento de novas relações de produção pedagógicas. Estas se expressam na gestão democrática da escola, cujo parentesco, no entanto, não é a democracia liberal, mas a democracia proletária aflorada na Comuna de Paris. O ótimo trabalho de Lima nos conduz com segurança pelos meandros dessa prática escolar, o que facilita a consulta dos leitores, dentre os quais, o movimento popular (MOP) é virtualmente o mais interessado. Isto porque, o fenômeno examinado é uma sugestiva exemplificação de como pode ser encaminhado, mutatis mutandis, o tão necessário reencontro do MOP com o clássico objetivo de reapropriação do trabalho pelos trabalhadores, o qual, no antropoceno, não pode prescindir da luta pela agroecologia.
18.

Pensamento, linguagem e língua escrita segundo a epistemologia genética: processos e construções análogos

(eISBN:9786559540099)
Autor(es): Sasso, Bruna Assem
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2020
Sinopse: Apesar de se encontrar produções sobre alfabetização, inclusive sob o referencial teórico de Emilia Ferreiro, não se achou nenhuma que buscasse relacionar o desenvolvimento do pensamento, da linguagem e da língua escrita na perspectiva da epistemologia genética. Assim, a intenção deste livro é abordar a o desenvolvimento infantil e a psicogênese da língua escrita para além das “fases” ou “hipóteses de escrita”. O que a aquisição da língua escrita tem a ver com a aquisição da linguagem oral e do pensamento? Será que haveria relações? Quais são os processos: como acontece e por quê acontece de tais formas? O que está por trás disso? É isso o que este livro aborda. Que este livro gere reflexões, alcançando e auxiliando pais, professores, pesquisadores e afins quanto aos aspectos do desenvolvimento infantil na Educação Básica, a alfabetização nos anos iniciais do Ensino Fundamental, fornecendo embasamento teórico para discussões e práticas educativas conscientes e intencionais para/acerca dos processos intrínsecos ao desenvolvimento dos sujeitos.
19.

Letramento estético na EJA e na educação do campo – v.1

(eISBN:9786559540037)
Autor(es): Araújo, Gustavo Cunha de
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2020
Sinopse: A obra Letramento Estético na EJA e na Educação do Campo, originada a partir de um estudo de doutoramento realizado no Programa de Pós-Graduação em Educação, da Faculdade de Filosofia e Ciências da UNESP, câmpus de Marília, estado de São Paulo, apresenta um experimento didático-formativo desenvolvido com jovens e adultos camponeses. Baseada na teoria Histórico-Cultural, esta pesquisa revela que o termo letramento aponta para um conjunto de práticas sociais no contexto da cultura escrita nos quais os sujeitos podem se engajar. Na compreensão do autor, o letramento estético é um bem cultural a que crianças, jovens e adultos têm inalienável direito, e a escola e a universidade têm o dever de atentar para o desenvolvimento de uma proposta didática voltada à aproximação do leitor com o texto. Diante disso, considera-se que não se pode mais adiar a perspectiva da ciência em geral, da arte e da cultura como componentes de letramento com jovens e adultos. O autor destaca também a importância do letramento estético para a tomada de consciência acerca da realidade na qual o sujeito se insere e para a compreensão do papel da atividade criadora para a constituição da personalidade humana. A rigor, este estudo traz consequências para a organização do trabalho de produção de textos na Educação do Campo, em particular, e na educação em geral. Portanto, esperamos que esta obra possa ampliar estudos e debates acerca da educação do campo, artes, novos estudos de letramento e Educação de Jovens e Adultos, bem como na formação de educadores e educadoras para o meio rural. Desejamos boas leituras a todos e a todas!
20.

Mario Pinto Serva: o intelectual e as fronteiras do campo educacional (1915 – 1928)

(eISBN:9786559540082)
Autor(es): Simão, Alexandre
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2020
Sinopse: Este livro analisa a trajetória do jornalista Mario Pinto Serva e busca compreender seu itinerário no campo educacional paulista das décadas de 1910 e 1920. Trata-se de um mapeamento e análise das ideias apresentadas pelo publicista em um de seus principais espaços atuação, o jornal O Estado de S. Paulo, e em seu livro A Educação Nacional, de 1924. O olhar atento a essas duas fontes permitiram a Alexandre Simão descortinar aspectos que envolvem as estratégias articuladas pelo intelectual para acessar os debates e os locais frequentados pelos educadores do período, com destaque para a Liga Nacionalista de São Paulo e os eventos da Associação Brasileira de Educação. Na trilha dessa investigação, são levantadas e respondidas questões centrais: qual a relação entre as associações cívicas e profissionais na configuração do campo educacional? Como ocorreu a aproximação entre o articulista e as figuras de destaque no cenário educacional paulista? Suas ideias e propostas estavam alinhadas aos discursos dos agentes do campo? Quais competências o articulista atribuiu às escolas, aos intelectuais e ao Estado no que se refere às políticas de instrução pública? Nesse percurso, o autor contribui para o debate acerca da configuração das identidades profissionais no campo educacional paulista durante a Primeira República (1889 -1930). Ao reforçar a importância da imprensa periódica como fonte de pesquisa, o livro também traz à tona relevantes temáticas que podem fomentar estudos posteriores sobre os intelectuais na área da História da Educação do Brasil.
Resultados 1 - 20 de 363