SciELO Livros

Editora da Unicamp

 

Ecologia política: da desconstrução do capital à territorialização da vida

Synopsis

As concepções capitalistas de progresso com crescimento sem limites da economia conduziram o planeta a uma crise ambiental sem precedentes. A ecologia política visa desconstruir essa racionalidade insustentável e impulsionar ações sociais para a construção de um futuro sustentável, reorientando o desenvolvimento das forças produtivas, recriando as formas de sociabilidade e reconfigurando as relações de poder. Esse pensamento tem ressonâncias no campo da produção e do conhecimento, da política e das práticas educativas. O ambientalismo radical confronta o poder hegemônico unificador do mercado como destino inelutável da humanidade e valoriza a diversidade cultural, os saberes tradicionais e os direitos humanos, fundando um pensamento emancipatório e uma ética política para renovar o sentido da vida e defender a preservação da natureza.

Table of Contents

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales
Prefácio à edição brasileira
Prólogo
1 - Libertando a sustentabilidade da vida
2 - De quem é a natureza? A disputa social pela sustentabilidade da vida
3 - Espaço, lugar e tempo: a construção local da racionalidade ambiental
4 - Justiça ambiental: os direitos coletivos aos bens comuns da humanidade
5 - A geopolítica da biodiversidade e o desenvolvimento sustentável: da capitalização do mundo à empropriação social da natureza
6 - A racionalidade ambiental e o fim do naturalismo dialético
7 - A teoria do valor em Marx, o progresso tecnológico e as forças produtivas da natureza
8 - Ressurgimento da natureza: da exploração do campesinato no capitalismo à emancipação dos povos da terra
9 - O ecomarxismo diante da questão ambiental: dialética da história e territorialização da vida
10 - Decrescimento ou desconstrução da economia: em direção a um mundo sustentável
11 - Ecologia política: uma perspectiva latino-americana
12 - As relações de poder do conhecimento no campo da ecologia política
13 - Ecologia política na América latina: reapropriação social da natureza, reinvenção de territórios e construção de uma racionalidade ambiental
14 - Devir da vida e transcendência histórica: as vias abertas do diálogo de saberes
Referências bibliográficas