SciELO Livros

EDUNEB

 

Mulheres baianas em tessituras de memórias e ficções: subjetividade femininas

Synopsis

O movimento feminista das décadas de 1960 e 1970 refletiu-se no volume das produções e publicações femininas, recheadas pelas denúncias dos mitos de determinismos biológicos da natureza das mulheres, assim como na recuperação de uma história com a presença do sujeito feminino, desconstruindo criticamente o pensamento patriarcal hegemônico na cultura ocidental. Nesse sentido, buscamos investigar se as mulheres que escreveram sobre as décadas de 1920 a 1960, fazendo-o em um tempo distanciado do vivido, tiveram a percepção do peso dessa estrutura patriarcal e como se colocaram na relação com essa mesma estrutura.

Table of Contents

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales
Prefácio
Introdução
Entre memórias e ficções: um pouco mais de história
“Os matizes da alvorada já cobrem a terra de luz… pego o sol com a mão”: mulheres baianas em escritas de memórias e ficções
Narrativas de percursos femininos: venturas e dramas do viver nos sertões da Bahia (1930-1940)
Nas janelas do tempo: as escritas femininas e as transformações dos costumes
“Um fio de luz e um fio de lã”: visões do mundo feminino em tessituras
Considerações finais
Referências