SciELO Livros

EDUFBA

 

Crise global e sistemas de saúde na América Latina

Synopsis

A obra segue um fio condutor que apresenta ao leitor a ideia de que a estrutura de proteção social e, em particular, os sistemas de saúde de países importantes da América Latina experimentam uma série de mudanças em escala que configuram um novo padrão de articulação entre os Estados Nacionais, suas estruturas de governo e os principais agentes econômicos e políticos com interesses no setor saúde. Ela é fruto do trabalho desenvolvido pelo Grupo de Pesquisa e Documentação sobre o Empresariamento da Saúde Henry Jouval Jr. (GPDES), no Instituto de Estudos em Saúde Coletiva (IESC), Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Table of Contents

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales
Apresentação
Introdução
Capítulo 1 – Reflexões sobre o resgate da economia política na análise do setor saúde no Brasil e na América Latina no século XXI
Capítulo 2 – Crise econômica e gasto público e privado em saúde: tendências dos sistemas de saúde na américa latina
Capítulo 3 – ¿Es posible desprivatizar sistemas de salud en países de América del Sur? El caso de Argentina. Acercamientos y distanciamientos a un sistema nacional e integrado de salud
Capítulo 4 – El modelo de salud chileno en el contexto de América Latina: 40 Años de crisis económicas, políticas de gasto y reformas
Capítulo 5 – “Sin derecho a gozar del derecho a la salud”: o sistema de saúde da Colômbia desde a perspectiva crítica daqueles que o vivem, sofrem e lutam
Capítulo 6 – O sistema de saúde no Brasil: entre a democracia, a democratização e a destruição
Capítulo 7 – O banco mundial e as políticas de saúde na América Latina do século XXI
Posfácio
Sobre os autores