SciELO Livros

EDUFBA

 

Ruth Landes e A cidade das mulheres: uma releitura da antropologia do candomblé

Synopsis

Por meio de fontes primárias, como cartas pessoais, fotos e manuscritos encontrados em arquivos nos EUA e no Brasil, este livro trata da experiência de campo e dos debates relacionados à antropóloga norte-americana Ruth Landes nos candomblés da Bahia entre 1938 a 1939. É uma reflexão feminista na história da antropologia sobre as metodologias e os desafios enfrentados pela antropóloga no campo dos estudos afro- americanos. A obra relata o relacionamento entre Ruth e o etnógrafo baiano Edison Carneiro, bem como suas dinâmicas devido às circunstâncias históricas e às políticas de raça e gênero da época. Além disso, oferece uma análise das fontes primárias que retratam mulheres importantes na história do candomblé soteropolitano para uma releitura do conceito do matriarcado na antropologia.

Table of Contents

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales
Prefácio
Apresentação
Introdução
Capítulo 1 – Ruth Landes e os estudos afro-brasileiros
Capítulo 2 – A coleção de fotos de Ruth Landes: um registro histórico do campo antropológico
Capítulo 3 – O legado de A cidade das mulheres
Conclusão
Referências
Anexos
Anexo A – Carta de Edison Carneiro para Ruth Landes (traduzida pela autora)
Anexo B – Carta de Ruth Landes para Edison Carneiro
Anexo C – Seleção de fotos na coleção de Ruth Landes Papers, National Anthropological Archives, Smithsonian Museum
Anexo D – Ruth Landes, “Uma antropóloga no Brasil” (1970), traduzido por Jamie Lee Andreson