Your browser doesn't support javascript.

SciELO Livros

SciELO Livros

Home > Pesquisa > (269)
Imprimir Exportar

Formato de exportação:



Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Esta página Sua seleção Todas as referências (max. 300)
|
Resultados 1 - 20 de 269
1.

Capitalismo, trabalho e formação profissional: dilemas do trabalho cotidiano dos assistentes sociais em Ribeirão Preto

(eISBN:9788579836558)
Autor(es): Tinti, Élidi Cristina
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2015
Sinopse: "Neste livro, a autora tem a coragem de lidar com um velho e novo dilema que perpassa o Serviço Social brasileiro: Como os assistentes sociais conduzem seu trabalho cotidiano? A partir de qual referencial teórico-metodológico, ético-político e técnico-operativo? Para enfrentar essas questões, a autora reivindica uma perspectiva de totalidade, a qual leva-a a se debruçar sobre as condições objetivas que incidem no trabalho profissional dos assistentes sociais, na sua formação profissional e nas respostas que oferecem no dia a dia do seu trabalho. A pesquisadora analisa como o assistente social, enquanto trabalhador assalariado, realiza seu trabalho sob determinadas condições. Para isso, considera a forma como esse trabalho se configura a partir do modo de produção capitalista (alienado, reificado), mas elucida também como os profissionais de Serviço Social, enquanto seres sociais dotados de uma teleologia, de aportes teórico-metodológicos, ético-políticos que os alicerçam (os quais deveriam ser garantidos na formação profissional), podem exercer a sua autonomia enquanto profissionais e propor um trabalho inventivo, criativo, diante das velhas e novas manifestações da questão social brasileira. A autora problematiza, ainda, a formação econômico-social contemporânea e seus rebatimentos na formação e no trabalho do assistente social brasileiro, considerando a imbricação subjacente entre esses elementos."
2.

O novo mapa da indústria no início do século XXI: diferentes paradigmas para leitura das dinâmicas territoriais do Estado de São Paulo.

(eISBN:9788568334669)
Organizador(es): Sposito, Eliseu Savério
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2015
Sinopse: "Esta obra reúne dezoito ensaios que compõem uma diversificada radiografia do principal parque industrial brasileiro. Os autores apresentam análises contemporâneas das características e tendências da reestruturação produtiva verificada no interior paulista neste início de século. O livro é dividido em duas partes. A primeira enfatiza as formas, tratando de temas como as inovações tecnológicas no estado, os condomínios empresariais, os arranjos produtivos, a hierarquia urbana, entre outros. Já a segunda parte aborda os fluxos e discute questões como a rede urbana e os eixos de desenvolvimento, a dinâmica da reestruturação produtiva, a circulação e a logística. Os textos coligidos mobilizam os conceitos da geografia econômica para delinear um panorama analítico das infraestruturas e especializações industriais do estado de São Paulo. Com dados atualizados, os ensaios aqui coligidos oferecem um retrato contemporâneo das transformações do território paulista."
3.

Genealogia de uma operação historiográfica: Edward Palmer Thomp-son, Michel Foucault e os historiadores brasileiros da década de 1980

(eISBN:9788579837067)
Autor(es): Ramos, Igor Guedes
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2015
Sinopse: Entre as décadas de 1960 e 1980 foram publicadas as principais pesquisas históricas de Edward Palmer Thompson e de Michel Foucault, cada uma a seu modo, impactou significativamente a produção historiográfica mundial estabelecendo problemas, polêmicas e transformando as formas de se fazer história. Neste livro, fundamentado em vasta pesquisa empírica, Igor Guedes Ramos analisa esse impacto na historiografia brasileira: na primeira parte, discuti, compara e contrasta os pensamentos de Thompson e de Foucault e, na segunda parte,  as condições socioculturais e institucionais, as formas e os desdobramentos daapropriação desses pensamentos pelos historiadores brasileiros até o ano de 1990.
4.

Comunicação, cultura e linguagem

(eISBN:9788579835605)
Organizador(es): Simis, Anita; Brunelli, Anna Flora; Rebechi Junior, Arlindo; Napolitano, Carlo José; Gonzales, Lucilene dos Santos; Gobbi, Maria Cristina; Maciel, Suely
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2014
Sinopse: "Os artigos apresentados neste volume da coleção “Desafios Contemporâneos” têm como objetivo refletir sobre os problemas atuais que marcam o diálogo com o campo acadêmico e científico da Comunicação. Os 18 artigos reunidos aqui contemplam a área de Comunicação e envolvem diferentes linhas de pesquisa. A iniciativa teve como fim expor não apenas as discussões gerais sobre o campo, mas também a experiência singular e atuante dos pesquisadores da Unesp dedicados ao estudo da Comunicação. Três eixos nortearam a organização dos artigos. O primeiro, “Múltiplas formas de linguagem e produção de sentido”, reúne textos que investigam o campo da produção, da circulação e do funcionamento e das estruturas da linguagem nas diversas mídias e nas suas tipologias textuais. “Políticas e estratégias da Comunicação” trata dos processos e fluxos de comunicação no mundo atual e sua relação com a política na sociedade. Já o terceiro eixo, “Relações socioculturais e suas manifestações na esfera da indústria cultural e das mídias digitais”, analisa as dimensões dos processos, da difusão e da recepção dos produtos midiáticos em sua relação sociocultural. Entre os temas abordados estão a comparação entre as linguagens jornalística e publicitária, a censura judicial à liberdade de imprensa, o desafio teórico-metodológico na aplicação da antropologia interpretativa ao campo da comunicação, conjunturas e desafios da educação superior em comunicação no Brasil, a focalização da vida operária no cinema de Leon Hirszman pelo filme Eles não usam black-tie, entre outros."
5.

Tabulae scriptae: a metalinguagem e as trajetórias de Henri Pousseur e Willy Corrêa de Oliveira

(eISBN:9788568334379)
Autor(es): Bonis, Maurício Funcia de
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2014
Sinopse: Maurício Funcia de Bonis faz aqui uma reflexão sobre a música erudita na atualidade, em que o gênero parece ter silenciado, restando de sonoro somente a “relação com os criadores do passado”. Ele toma como contrapartida a esse cenário a atuação ao mesmo tempo crítica e criativa de dois compositores contemporâneos: o belga Henri Pousseur (1929-2009) e o brasileiro Willy Corrêa de Oliveira (1938). A expressão latina aplicada ao título do livro tabulae scriptae (tábuas escritas), explica o autor, remete à ênfase sobre a metalinguagem como profissão de fé na obra e no pensamento de ambos os artistas, que recusam a tendência à tabula rasa (tábuas vazias), “à eliminação de uma relação consciente com a história, na música de seu tempo”. A obra divide-se em três partes. O primeiro capítulo situa o terrenodo qual partiram as reflexões e os trabalhos daqueles compositores, fundamentando suas bases teóricas. Os capítulos seguintes retratam suas trajetórias artísticas. Compõem o livro ainda uma entrevista feita pelo autor em 2012 com Willy Corrêa, além de relações de obras de Pousseur e Willy, organizadas pelos próprios compositores. Contribuição para pesquisas futuras, esses anexos complementam a exposição do autor ao situarem as transformações ocorridas nos percursos criativos dos artistas ao longo do tempo.
6.

Chauvinismo e extrema direita: crítica aos herdeiros do sigma

(eISBN:9788568334683)
Autor(es): Barbosa, Jefferson Rodrigues
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2015
Sinopse: "Nesta obra, Jefferson Rodrigues Barbosa investiga as ramificações na sociedade brasileira do integralismo, movimento de extrema direita surgido no início do século XX e que teve em Plínio Salgado seu principal líder. O objetivo da pesquisa aqui coligida é compreender a configuração ideológica da militância integralista, relacionando suas concepções e seus valores com o ideário que originou tal perspectiva política. Para tanto, foram identificados, analisados e arquivados durante cinco anos, entre 2007 e início de 2012, os conteúdos de publicações impressas e digitais, assim como reportagens jornalísticas, vídeos e documentários das organizações chauvinistas nacionais e internacionais. O resultado é um quadro diverso e complexo sobre como atua o integralismo hoje em dia, bem como quais são suas estratégias para divulgar seu pensamento."
7.

Pesquisas linguísticas pautadas em corpora

(eISBN:9788568334416)
Organizador(es): Costa, Daniel Soares da
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2014
Sinopse: O objetivo desta coletânea é demonstrar como a organização de corpora linguísticos diferentes atende aos diversos tipos de pesquisa linguística, sejam eles centrados numa mesma língua – abordando diferentes fenômenos dessa língua – ou focados em outras línguas naturais. A obraagrega sete pesquisas linguísticas de diferentes estudiosos – que se amparam em aportes teóricos também diversos –,as quais têm como base para coleta de dados a organização de algum tipo de corpus linguístico. De enfoque tanto sincrônico quanto diacrônico, de cunho variacionista e também formalista, os trabalhos englobam os quatro níveis básicos de análise linguística: o fonológico, omorfológico, o semântico e o sintático. Talita de Cássia Marine apresenta, no primeiro capítulo, uma análise descritivo-comparativa do sistema de pronomes demonstrativos do Português do Brasil e do Português de Portugal. Ela analisa cartas de leitoras da revista brasileira Capricho, e da portuguesa Ragazza, para caracterizar a configuração, se ternária ou binária, em que se encontram tais pronomes nas referenciações anafóricas no uso contemporâneo da língua. No capítulo 2, Caroline Carnielli Biazolli avalia o uso de textos jornalísticos como fonte de extração de dados para o estudo de processos de variação e mudança linguística. Seu foco é a posição dos clíticos pronominais, adjungidos a lexias verbais simples e a complexos verbais, e o corpus são textos do jornal A Província de São Paulo (atualmente O Estado deSão Paulo), entre 1880 e 1920. O terceiro capítulo, de Juliana Bertucci Barbosa, apresenta um estudo diacrônico de textos do Português Brasileiro do século 16 ao 20, que procura, entre outros objetivos, verificar valores semânticos do Pretérito Perfeito Simples e do Perfeito Composto do modo Indicativo da língua. Leandro Silveira de Araújo, autor do capítulo 4, baseia-se em um corpus constituído de entrevistas radiofônicas, representativas de umagrande cidade de cada região dialetal da Argentina para estudar o uso doPretérito Perfecto Compuestono espanhol falado no país. No quinto capítulo Alexandre Monte analisa a presença ou a ausência da marca formal de plural no verbo na relação sujeito/verbo, com o objetivo de compreender os fatores linguísticos e sociais que condicionam/determinam a variação linguística no âmbito da concordância verbal. O corpus da pesquisa é uma amostra da língua falada de uma comunidade periférica de São Carlos, interior de São Paulo. As Cantigas de Santa Maria, de Afonso X compostas na segunda metade do século 13 em galego-português, e OsLusíadas (1572), de Camões serviram de corpora para Juliana Simões Fonte e Gladis Massini-Cagliari no estudo apresentado no capítulo 6. As autoras analisam rimas da poesia remanescente de períodos passados da Língua Portuguesa para demonstrar a contribuição de textos poéticos no estudo das vogais do Português Antigo. O último capítulo resume os resultados da tese de doutorado de Daniel Soares da Costa, que organiza a obra. Ele apresenta uma nova proposta metodológica, baseada em uma conexão entre a música e a linguística como ferramenta para a coleta de dados relativos à prosódia de línguas mortas. O autor toma as versões transcritas por Anglés (1943) das cem primeiras Cantigas de Santa Maria de Afonso X para analisar a atribuição do acento lexical e secundário no Português Arcaico.
8.

Desafios contemporâneos da educação

(eISBN:9788579836220)
Organizador(es): David, Célia Maria; Silva, Hilda Maria Gonçalves da; Ribeiro, Ricardo; Lemes, Sebastião de Souza
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2015
Sinopse: "Se historicamente a educação escolar no Brasil foi marcada por um profundo corte elitista, o processo de democratização do ensino apresentou incontestáveis avanços desde a Constituição de 1988. A caminhada pela universalização, no entanto, não se deu à margem de suas heranças históricas, bem como novas fronteiras surgiram para o desafio da educação emancipatória. Esta obra reúne 17 ensaios que debatem os dilemas existentes no cotidiano da sala de aula. Divididos em três partes - "" Educação, culturas realidade social"", ""Políticas educacionais"" e ""A escola"" -, os textos coligidos abordam temas variados relacionados à prática escolar, como cidadania, políticas afirmativas e gestão administrativa, e compõem um cenário contemporâneo dos principais desafios colocados para a educação de nosso tempo."
9.

Tradução &: perspectivas teóricas e práticas

(eISBN:9788568334614)
Organizador(es): Amorim, Lauro Maia; Rodrigues, Cristina Carneiro; Stupiello, Érika Nogueira de Andrade
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2015
Sinopse: "O oportuno título desta obra representa com perfeição o que ela tem de peculiar: a análise da teoria e da prática da tradução associada a outros tópicos e campos de conhecimento, como a adaptação, a psicanálise, o direito, a tradução de poesia no Brasil, a questão de gênero, a crítica, as novas tecnologias. Segundo os organizadores, a intenção deste trabalho “foi trazer alguns tópicos teóricos tanto ao leitor não especializado como àquele que já tem familiaridade com a leitura da literatura sobre tradução, sem ter como objetivo uma aplicação direta de princípios teóricos nem de uma metodologia. Trata-se de um convite a uma refl exão teórica sobre a prática de tradução, a partir dos tópicos selecionados”. Os ensaios do presente livro, escritos por pesquisadores da área ligados a universidades brasileiras que oferecem cursos de tradução em nível de graduação ou pós-graduação, revelam a consolidação dos Estudos da Tradução como disciplina."
10.

A música da fala dos trovadores: desvendando a pro-sódia medieval

(eISBN:9788568334584)
Autor(es): Massini-Cagliari, Gladis
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2015
Sinopse: Esta obra tem como o objetivo central a investigação de fenômenos prosódicos do Português Arcaico, a partir de uma comparação das características linguísticas das cantigas medievais profanas com as das cantigas religiosas. Para a análise fonológica, será usado o aparato fornecido pela Teoria da Otimalidade. Durante a análise, são colocados lado a lado fenômenos fonológicos segmentais e fenômenos prosódicos (tais como acento, ritmo, estruturação silábica e processos fonológicos que façam referência direta a esses fenômenos), em um período passado, do qual não se tem registros orais.
11.

A atuação política da Agência de Informação dos Estados Unidos no Brasil (1953-1964)

(eISBN:9788579837050)
Autor(es): Santomauro, Fernando
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2015
Sinopse: A Agência de Informação dos Estados Unidos (USIA), órgão criado pelo presidente norte-americano Dwight D. Eisenhower, foi a maior agência daquele país no exterior durante os anos 50 e 60, em número de funcionários e orçamento. No Brasil, a USIA chegou a ter mais de 60 postos locais espalhados por todo o país, fazendo constantes pesquisas qualitativas e quantitativas da opinião pública brasileira; produzindo materiais apócrifos para imprensa (jornais, rádios, TVs e cinema); organizando feiras e exposições; e promovendo intercâmbios educacionais, artísticos e culturais. Este livro se baseou, principalmente, nos arquivos do governo norte-americano e em entrevistas com ex-funcionários da USIA.
12.

O escorpião e o jaguar: o memorialismo prospectivo d’O Ateneu, de Raul Pompeia

(eISBN:9788579836725)
Autor(es): Sandanello, Franco Baptista
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2015
Sinopse: O presente livro tem por objeto de estudo o romance O Ateneu, de Raul Pompéia, publicado em 1888 em folhetim pela Gazeta de Notícias e, meses mais tarde, em volume, pela tipografia do mesmo jornal. Estuda-seaquio processo narrativo da obra a partir de uma discussão inicial de sua recepção crítica, em que se observam três tendências interpretativas distintas: uma primeira de viés biográfico, bastante comum até a década de 1940; uma segunda, de viés social, iniciada logo após a anterior, e continuada ainda hoje; e uma última, de viés revisionista, mais atual, pautada na análise de aspectos até então considerados acessórios pela crítica. Dentre estes aspectos, está o tratamento cada vez mais aprofundado da narração autodiegética e do memorialismo latente já no subtítulo do romance – “Crônica de saudades”. Para tanto, discute-se a seguir a natureza teórica da narrativa de memórias, levantando-se diversos textos de teoria da narrativa como embasamento teórico da exposição. Propõe-se, assim, o uso de uma terminologia que busca categorizar em três grandes grupos as narrativas de memórias, de acordo com sua orientação mais voltada para o passado da ação – “narrativa retrospectiva” –, para o presente da narração – “narrativa presentificativa” – ou para o processo de leitura e recepção das memórias – “narrativa prospectiva”. A análise posterior de diversos elementos da narração d’O Ateneu chega à conclusão de que o romance de Pompéia representa um exemplo acabado de “narrativa prospectiva”, em que o narrador manipula a infância vivida no internato para fazer-se de vítima do sistema, e, assim, reverter a lógica de opressão a que fora submetidono Ateneu.
13.

A relação entre o Estado e os sindicatos sob uma perspectiva territorial

(eISBN:9788568334676)
Autor(es): Paula, Amir El Hakim de
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2015
Sinopse: "As organizações de trabalhadores passaram por importantes transformações no início do século XX, quando o Estado brasileiro deixou de se pautar por uma lógica liberal e assumiu uma perspectiva corporativa. Este livro mobiliza conceitos geográficos para analisar como os sindicatos organizavam suas ações territoriais e de que maneira o Estado interferia nelas. O período estudado contempla uma mudança na relação dos mecanismos estatais nas entidades dos trabalhadores, sendo que se no início do século tratava essencialmente de reprimir as manifestações operárias, por volta da década de 1930 influía diretamente na organização classista, com o fim da pluralidade sindical e o estabelecimento de uma ação sindical única, por exemplo. A relação entre o Estado e os sindicatos sob uma perspectiva territorial nos fornece, assim, um estudo aprofundado das conformações do sindicalismo no início do século XX e apresenta uma contribuição significativa de como a Geografia pode ser apropriada para o estudo dos movimentos sociais."
14.

Realismo e violência na literatura contemporânea: os contos de Famílias terrivelmente felizes, de Marçal Aquino

(eISBN:9788579837005)
Autor(es): Mendes, Fábio Marques
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2015
Sinopse: Este livro, fruto da dissertação de mestrado do autor, busca compreender a ficção brasileira contemporânea considerando a história político-social da nação, no período que vai do fim da ditadura militar à sua redemocratização. Assim, Fábio Mendes propõe uma análise crítica dos contos de Famílias terrivelmente felizes, escritos por Marçal Aquino, identificando uma linguagem da violência que perpassa a articulação de temas e motivos, a constituição dos narradores, a caracterização das personagens e a materialidade dos textos. Quanto ao conteúdo, essa violência estaria ajustada às imagens da morte, seja de modo predominante ou incidental, física, psicológica, social e simbólica, traços de uma sociedade brasileira autoritária e matéria-prima da linha de produção do novo realismo. Nestes termos, a ironia aparece como o principal elemento constitutivo das narrativas de Aquino, articulando a violência de modo que o leitor seja atraído para o mundo do texto literário e incorpore sua mensagem, consciente ou inconscientemente, em seu modo de vida.
15.

Geografia das telecomunicações no Brasil

(eISBN:9788579836701)
Autor(es): Silva, Paulo Fernando Jurado da
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2015
Sinopse: O livro trata da telecomunicação no Brasil, abordando inicialmente o desenvolvimento dos estudos da área em nosso país para, só então, inserir o problema de pesquisa da obra, que consiste em relacionar o estudo das telecomunicações com sua compreensão por meio de três pilares de sustentação: a telefonia celular, a internet e a televisão.
16.

Sujeitos da história do ensino de leitura e escrita no Brasil

(eISBN:9788568334362)
Organizador(es): Mortatti, Maria do Rosário L.; Bertoletti, Estela N. M.; Oliveira, Fernando R. de; Mello, Márcia C. de Oliveira; Trevisan, Thabatha A.
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2014
Sinopse: Interrogar sobre o passado de uma das principais atividades educativas na escolarização inicial de crianças – o ensino de leitura e escrita – é o objetivo central desta obra. Entre as várias contribuições relevantes do livro, uma coletânea de 14 ensaios que abrangem mais de um século, da década de 1870 aos dias atuais, sobressai-se a importância da própria temática para a compreensão da cultura escolar. Os estudos põem em destaque cartilhas, livros de leitura, manuais, textos, artigos publicados em jornais e periódicos, polêmicas em torno dos métodos de ensino e a atuação de quem produziu e problematizou sobre o ensino de leitura e escrita no país. Estão contemplados tanto os interesses econômicos e comerciais subjacentes à produção de materiais para esse ensino quanto as tensões políticas que envolveram as disputas dos educadores, o que permite ao leitor aproximar-se das tematizações, concretizações e normatizações que ao longo do tempo pautaram o debate político e pedagógico sobre a alfabetização no Brasil. O primeiro texto da coletânea trata do método de alfabetização de Thomaz Paulo de Bom Sucesso Galhardo, autor da Cartilha da infância, publicada entre a década de 1880 e o ano de 1992. Seguem-se estudos sobre as experiências de Antonio da Silva Jardim (1860-1891), João Köpke (1852-1926), Ramon Roca Dordal (1854-1938) e Carlos Alberto Gomes Cardim (1875-1938), Arnaldo de Oliveira Barreto (1869-1925), Francisco Vianna (1876-1935), Theodoro de Moraes (1877-1956), Antonio Firmino Proença (1880-1946), Renato Fleury (1895-1980), Lourenço Filho (1897-1970), Antônio D’Ávila (1903-1989), Bárbara V. de Carvalho (1915-2008), Emilia Ferreiro (1935) e João Wanderley Geraldi (1946).
17.

Uma trajetória da Arquivística a partir da Análise do Discurso: inflexões histórico-conceituais

(eISBN:9788579836619)
Autor(es): Barros, Thiago Henrique Bragato
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2015
Sinopse: Neste livro considerou-se a Análise do Discurso uma disciplina que apresenta princípios metodológicos capazes de contribuir para a compreensão e delimitação de campos científicos e sociais, pois é por meio do jogo de enunciados, permeado por posições ideológicas colocadas em jogo no processo histórico social, que o texto (oral e escrito) é produzido, ou seja, a Arquivística relaciona-se com formações discursivas e formações ideológicas e estão relacionadas ao seu processo de construção histórica. Assim, propõe-se a apresentação de elementos histórico-conceituais que ressaltem as diferenças e semelhanças entre a esfera teórica e a esfera institucional na Arquivística. O problema configurou-se em buscar sistematizar e identificar o discurso institucional e a teoria Arquivística, construindo um paralelo histórico entre o percurso da área em tradições cruciais para a prática e a teoria Arquivística na atualidade. Por meio da análise das práticas teóricas e profissionais a respeito da representação Arquivística na atualidade pelos autores de três correntes selecionadas (brasileira, canadense e espanhola) e como os mesmos são trabalhados nas instituições Arquivísticas federais destes países. Deste modo, objetivou-se por meio do quadro teórico-metodológico da Análise do Discurso compreender como se comportam, se constroem e se desenvolvem esses conceitos na Arquivística, visando a uma possível sistematização conceitual e discursiva da disciplina. Esta análise acorreu em primeira instância a partir de uma análise teórico-histórica das tradições e em segunda instância atores específicos e fundamentais, no caso teórico e das instituições Arquivísticas que centralizam e demarcam o campo de atuação dos arquivistas no caso, os Arquivos Nacionais ou gerais. Chegou-se a delimitação de possíveis formações discursivas na Arquivística uma relacionada ao “tradicionalismo” e outra ao “reformismo”. Conclui-se que a Arquivística possui formações discursivas complexas construídas ao longo de sua trajetória institucional e teórica
18.

O coronel e o lobisomem nas veredas da literatura regionalista brasileira

(eISBN:9788579836756)
Autor(es): Moreno, Naiara Alberti
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2015
Sinopse: Este trabalho apresenta uma leitura do romance O coronel e o lobisomem, publicado em 1964, pelo escritor brasileiro José Cândido de Carvalho. Ao problematizar o conceito de regionalismo literário, busca-se averiguar em que medida é possível aproximar essa obra da chamada tendência super-regionalista, a fim de determinar o lugar que ocupa tanto na produção do autor, quanto no conjunto da literatura regionalista brasileira. O estudo da categoria crítica do super-regionalismo convoca a compreensão de outros conceitos, como o de transculturação narrativa, que também serão dimensionados no sentido de contribuir para uma leitura da narrativa regionalista em sua dimensão insólita. A partir disso, propõe-se um delineamento dos procedimentos formais e dos eixos temáticos mobilizados pelo autor na composição de seu romance, de modo a contribuir para a revisão de sua fortuna crítica, bem como ampliar a compreensão dos paradigmas que orientam tal momento, ainda pouco estudado de maneira sistemática, do regionalismo literário brasileiro.
19.

Ética profissional na tradução assistida por sistemas de memórias

(eISBN:9788568334461)
Autor(es): Stupiello, Érika Nogueira de Andrade
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2014
Sinopse: Érika Nogueira de Andrade Stupiello faz aqui um convite à reflexão sobre o envolvimento do tradutor com seu trabalho, o papel desse profissional na atualidade e, principalmente, as consequências do emprego de tecnologias na tradução de textos. Ela enfatiza três sistemas de armazenamento de memória de tradução – Trados, Transit e Wordfast –, analisando os principais atributos de cada sistema e concentrando-se nas implicações de seu uso. Os sistemas apresentam vantagens e desvantagens bastante comentadas pela literatura sobre tradução. Embora possibilitem maior controle e padronização de terminologia e fraseologia, aumento da velocidade de trabalho, constituição do próprio banco de dados, eles reduzem o espaço para escolhas do tradutor, incentivam o uso instrumental das línguas para aumentar o reaproveitamento, impedem remuneração de material recuperado pelo sistema. Ao lembrar que os sistemas de memória não têm como objetivo eliminar a intervenção humana durante o processo de tradução nem destinar ao tradutor o papel de mero pós-editor de textos, a autora pontua questões práticas e teóricas, especialmente as relacionadas à ética profissional, que emergem com sua utilização. Uma destas questões refere-se eventual esquecimento do caráter humano envolvido na tradução, em meio à vertiginosa circulação eletrônica de textos. A obra também aborda tópicos delicados, como o compartilhamento de memórias, neste caso sob três perspectivas: a do cliente, a das agências de tradução e a do próprio tradutor. Traz à tona ainda as discussões sobre a pulverização da responsabilidade do tradutor em grandes projetos e as questões éticas envolvidas no intercâmbio de memórias, além da questão financeira e da polêmica sobre a propriedade intelectual, contexto que sugere, para o futuro, a possibilidade reestruturação na remuneração do tradutor e da prática de reutilização de memórias.
20.

Os parasitas de ovinos

(eISBN:9788568334423)
Autor(es): Amarante, Alessandro Francisco Talamini do
Editora: Editora UNESP
Idioma(s): Português
Ano: 2014
Sinopse: Ilustrado, este livro apresenta informações sobre as principais parasitoses que acometem ovinos criados no Brasil, com o objetivo fornecer subsídios para a elaboração de estratégias de profilaxia das enfermidades decorrentes desse tipo de contaminação. Baseada em estudos realizados no Brasil e no exterior, a obra reproduz e comenta também resultados de dissertações e teses elaboradas por estudantes de pós-graduação da Unesp de Botucatu. De acordo com os autores, a verminose causada por nematódeos gastrintestinais constitui o principal problema sanitário dos rebanhos ovinos, animais que podem ser contaminados simultaneamente por várias das inúmeras espécies do parasita. A ocorrência de cada espécie, explicam, relaciona se com fatores como a frequência de tratamentos com anti-helmíntico, o manejo e as condições ambientais. No Sul do Brasil, por exemplo, as temperaturas baixas do inverno favorecem a ocorrência de Ostertagia (Teladorsagia spp.) circumcincta, espécie que não tem sido registrada em ovinos criados em outras regiões. Em todo o país predominam a H. contortus (durante o verão), além da Trichostrongylus spp. e O. circumcincta que incidem nos meses mais frios.
Resultados 1 - 20 de 269