SciELO Livros

EDUEM

 

O pós-colonialismo e a literatura: estratégias de leitura

Synopsis

Após cinquenta anos de debates, a teoria e a literatura pós-coloniais proporcionaram parâmetros teóricos para explicar o fenômeno da reescrita dos textos clássicos, fomentar a urgência da prática de uma releitura e realçar uma desconstrução da literatura contemporânea inglesa. A literatura brasileira e latino-americana, também marcada pelo colonialismo, não pode ficar alheia a essa nova visão estética.

Table of Contents

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales
Prefácio
Capítulo I: Aspectos de teoria pós-colonial
Capítulo II: Temas avançados da teoria pós-colonial
Capítulo III: Tempestade em releituras
Capítulo IV: Colonização e alteridade: Robinson Crusoé (1719)
Capítulo V: Foe (1986), de J.M. Coetzee)
Capítulo VI: Feminismo e pós-colonialismo
Capítulo VII: Outras vozes: Respondendo à metrópole
Capítulo VIII: Outras vozes: O cerco da metrópole
Capítulo IX: A literatura brasileira é pós-colonial?
Referências
Índice remissivo