SciELO Livros

Editora UEPG

 

1984: a distopia do indivíduo sob controle

Synopsis

Ao longo dos séculos, a ânsia por reestruturar os núcleos sociais tangenciou, muitas vezes, os limites do sonho e do pesadelo. A literatura, ao mesmo tempo testemunha e agente dessas inspirações, figurou espaços utópicos que, de forma ambígua, se revelavam transformadores e normalizadores. Dentre essas produções, destaca-se o romance anitutópico ou distópico 1984, de George Orwell, que desnuda os perigos que cercam o idealismo homogeneizador das utopias políticas. Tendo o universo ficcional do "Big Brother" como objeto de análise, a obra discute a recorrência histórica do utopismo no pensamento humano em geral e na literatura orwelliana em particular. Por meio dessa discussão, busca-se lançar luz sobre os eventos e os processos socioculturais que fomentaram o "medo da utopia" na modernidade tardia.

Table of Contents

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales Preview PDF
Introdução Preview PDF
Capítulo 1 - Os horizontes do utopismo Preview PDF
Capítulo 2 - O prisioneiro Preview PDF
Capítulo 3 - O revolucionário Preview PDF
Conclusão - 1984 e a contemporaneidade Preview PDF
Notas Preview PDF
Referências Preview PDF
Creative Commons License All the contents of this work, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution-Non Commercial-ShareAlike 3.0 Unported.