SciELO Livros

Editora UFABC

 

Progresso e moral na filosofia da história de Kant

Buy at:

Synopsis

Podemos discernir algum padrão racional de desenvolvimento histórico em meio ao constante vai e vem dos fatos e acontecimentos? Será que podemos admitir a ideia de que nós, seres humanos, estamos em constante progresso em direção a um mundo melhor? Em que bases e com quais pressupostos podemos dizer que a humanidade progride moralmente? Para além do desenvolvimento civilizatório e das instituições políticas mundo afora, podemos encontrar algum progresso das relações humanas baseadas no princípio de que devemos obedecer apenas leis que nós mesmos estabelecemos? Este livro procura responder a tais perguntas por meio da reconstrução da ideia de uma história filosófica formulada por Immanuel Kant. O leitor está convidado a percorrer conosco algumas das principais obras deste autor, para que possamos nos posicionar sobre o assunto! Adiantamos que, diferentemente do que muitos manuais ensinam, a imagem que emerge aqui é a de um Kant menos formalista, mais atento às condições de realização da razão no mundo.

Table of Contents

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales
Introdução
1 - A Ideia de uma história universal de um ponto de vista cosmopolita: progresso político e moral, sua justificação teórica e o curso da história
2 - A cultura como preparação para a moralidade: o §83 da Crítica da faculdade do juízo e a justificação teórica da ideia de história
3 - Natureza, unidade sistemática e teleologia: as bases da justificação teórica da filosofia da história na Crítica da razão pura
4 - Conformidade a fins e sistema teleológico da natureza: as bases da justificação teórica da filosofia da história na Crítica da faculdade do juízo
5 - O melhoramento moral e a justificação prática da filosofia da história: Sobre a expressão corrente: isto pode ser correto na teoria, mas nada vale na prática
6 - A pergunta pelas condições de realização do direito público e a justificação prática da filosofia da história: À Paz Perpétua e a "Conclusão" da Doutrina do direito
7 - A promoção do sumo bem e a filosofia da história
8 - Universalismo, moral e progresso
9 - O progresso da humanidade e o desenvolvimento das disposições naturais originárias: história e aprendizagem
10 - O processo de desenvolvimento das disposições naturais e o direito público: direito político, direito das gentes e direito cosmopolita na perspectiva da filosofia da história
11 - O progresso cultural, civilizatório e político como preparador ou facilitador do progresso moral da humanidade
12 - Considerações finais
Bibliografia