SciELO Livros

EDUERJ

 

A violência das letras: amizades e inimizades na literatura brasileira Rio de Janeiro: (1888-1940)

Synopsis

Estudo da sociedade brasileira do fim do século XIX e começo do século XX, delineado a partir das evidências de como os escritores interagiam e da maneira como retratavam os mecanismos das relações cotidianas. O autor debate as vivências de fraternidade, como reflexo dos valores da época, observando os paradigmas de inclusão (ou exclusão) racial, social ou sexual. Como base para essa análise, aponta episódios que marcaram a trajetória de literatos como Raul Pompeia, Adolfo Caminha, Cruz e Souza, Nestor Vitor, José Lins do Rego, Gilberto Freyre, entre outros.

Table of Contents

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales
Agradecimentos
Introdução
I. Duelos e Polêmicas (c. 1888)
II. Raul Pompeia (1888-1895)
III. Adolfo Caminha (c. 1895)
IV. Nestor Vítor (1897-c.1922)
V. Geração (c. 1922)
VI. Gilberto & Zelins (c. 1922-1940)
Epílogo: A tirania da amizade
Referências
Índice
Sobre o autor