SciELO Livros

Editora da Unicamp

 

Capitalismo e colapso ambiental

Synopsis

"A perspectiva de um colapso ambiental vem sendo evidenciada pelas ciências e pelas humanidades desde os anos 1960. Hoje, ela impõe sua urgência. Achim Steiner, subsecretário-geral da ONU, adverte incessantemente: “se nada for feito, o colapso dos serviços prestados pelos ecossistemas é uma clara possibilidade”. Esse colapso difere dos das civilizações passadas por não ser nem local, nem apenas civilizacional. Ele é global e ocorre no nível mais amplo da biosfera, da qual as sociedades humanas dependem existencialmente. Evitar a falência das estruturas de sustentação dos ecossistemas, voltar a “caber” na biosfera, só será possível se desmontarmos a engrenagem socioeconômica expansiva que moldou nossas sociedades desde o século XVI. A sociedade futura será pós-capitalista ou não será uma sociedade complexa, e mesmo talvez, deve-se temer, sociedade alguma. Alargar esse consenso nascente foi o que motivou este livro."

Table of Contents

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales
Abreviações
Prefácio à terceira edição
Prefácio à segunda edição
Introdução
1. Diminuição e degradação das florestas
2. Água, solos e insegurança alimentar
3. Lixo, efluentes e intoxicação industrial
4. Combustíveis fósseis
5. A regressão ao carvão
6. Mudanças climáticas
7. Demografia e democracia
8. Colapso da biodiversidade terrestre
9. Colapso da biodiversidade no meio aquático
10. Antropoceno. rumo à hipobiosfera
11. O salto qualitativo das crises ao colapso
12. A ilusão de um capitalismo sustentável
13. Mais excedente = menos segurança
14. A ilusão antropocêntrica
Conclusão: do contrato social ao contrato natural
Referências bibliográficas
Índice dos principais nomes citados