SciELO Livros

EDUERJ

 

Favelados e pobladores nas ciências sociais: a construção teórica de um movimento social

Synopsis

Os pobres urbanos das cidades latino-americanas durante o século passado estiveram no centro dos debates dos intelectuais do continente, gerando um vasto conhecimento teórico que contempla a questão social das metrópoles. Este livro propõe a percepção desses movimentos urbanos também como uma construção teórica, instigando a reflexão sobre o papel das ciências sociais na constituição e reconhecimento, como atores políticos, dos pobres urbanos no Chile e no Brasil.

Table of Contents

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales Preview PDF
Introdução Preview PDF
Capítulo 1 - Da questão social à questão social urbana Preview PDF
Capítulo 2 - Favelados e pobladores nas teorias da marginalidade Preview PDF
Capítulo 3 - O movimento de pobladores como movimento social urbano (1970-73) Preview PDF
Capítulo 4 - Rio de Janeiro, ceticismo acadêmico e racionalidade favelada Preview PDF
Capítulo 5 - Novidade e negação do Movimento de Pobladores na Ditadura Militar Chilena Preview PDF
Capítulo 6 - Anos 1990, a descontinuidade ou quando antigos atores saem de cena Preview PDF
Capítulo 7 - Considerações finais: repensar os movimentos para repensar as ciências sociais Preview PDF
Referências Preview PDF
Sobre o autor Preview PDF
Creative Commons License All the contents of this work, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution-Non Commercial-ShareAlike 3.0 Unported.