SciELO Livros

Editora UNESP

 

Petróleo e poder: envolvimento militar dos Estados Unidos no Golfo Pérsico

Buy at:

Synopsis

Neste livro, Igor Fuser analisa em profundidade o papel do petróleo na definição da política norte-americana para o Golfo Pérsico entre 1945 e 2003, com ênfase na relação entre o aumento da dependência dos Estados Unidos em relação aos combustíveis importados e seu crescente intervencionismo na região. O autor demonstra que, para entender os motivos da invasão do Iraque pelos Estados Unidos, é preciso ir muito além de temas como terrorismo, armas de destruição em massa e o suposto interesse norte-americano na promoção da democracia. A postura unilateral e belicosa adotada pelo presidente George W. Bush após os atentados de 11 de setembro, sem dúvida, ajuda a explicar a polêmica iniciativa militar. Ainda assim, a história da política dos Estados Unidos no Oriente Médio nos últimos sessenta anos revela uma notável continuidade entre a agressão militar ao Iraque e a conduta dos governos anteriores – republicanos ou democratas. Entre os objetivos permanentes que a maior potência do planeta persegue naquela região, destaca-se, em primeiro plano, o controle de suas imensas reservas de petróleo.

Table of Contents

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales
Prefácio
Apresentação
Introdução
1 Em busca de referências teóricas
2 A importância estratégica do petróleo
3 Segurança energética e interesses nacionais dos Estados Unidos
4 Os Estados Unidos e o petróleo do Golfo até 1973
5 a defesa dos interesses estratégicos dos Estados Unidos no Golfo Pérsico (1945-1973)
6 O choque de 1973, a ameaça de intervenção e o "direito" ao petróleo
7 Doutrina Carter: o Golfo, região "vital"
8 A escalada intervencionista de Reagan
9 A guerra do Golfo de 1991-91
10 A securitização do petróleo e a estratégia da "máxima extração"
11 Os desafios atuais dos Estados Unidos no Golfo Pérsico
Conclusões
Referências