SciELO Livros

Editora UFMG

 

Da cor de terra: representações sociais de professores sobre os alunos no contexto da luta pela terra

Synopsis

Tocar nas representações sociais é delicado para toda análise. Mais delicado e desafiante quando as representações são de educadores-docentes e quando os alunos-educandos são crianças e adolescentes, jovens e adultos do campo, em contextos de luta pela terra. Que representações interferem nessa ação socioeducativa? São apenas representações de professores da escola, da pedagogia ou gestão, arraigadas em nossa formação social, política, cultural e pedagógica? A pesquisa de Maria Isabel Antunes-Rocha tem como foco os professores e as professoras não de qualquer escola, mas dos assentamentos e acampamentos das escolas do campo. O livro é um convite para repensar essas representações que tanto condicionam todas as políticas públicas, não apenas na educação, mas nas políticas agrárias, fundiárias, no projeto de campo e até na demarcação das terras indígena e quilombolas.

Table of Contents

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales
Prefácio
Introdução
Capítulo 1 - Práticas e saberes em conflito
Capítulo 2 - A escola como mediação entre os sujeitos e o acesso à terra
Capítulo 3 - O contexto e os sujeitos da pesquisa
Capítulo 4 - Sentidos/imagens das representações sociais dos professores
Capítulo 5 - Do sujeito de qualidades ao sujeito de direitos: representações sociais em movimento
Concluindo... Formas de pensar, sentir e agir: desafios para a formação e prática de professores do campo