SciELO Livros

EDUFBA

 

Barganhas e querelas da escravidão: tráfico, alforria e liberdade (séculos XVIII e XIX)

Synopsis

Barganhas e querelas da escravidão é composto por capítulos escritos por membros do Grupo de Pesquisa Escravidão e Invenção da Liberdade e resultam de investigações sobre tráfico de escravos, alforria e liberdade. A obra reúne textos que evidenciam tradições, tendências e caminhos da historiografia contemporânea sobre escravidão e liberdade.

Table of Contents

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales
Barganhas e querelas da escravidão: tráfico, alforria e liberdade (séc. XVIII-XIX)
Tráfico, tempo e lucro: capitães negreiros e redes comerciais da Bahia setecentista
Bella Miquellina: tráfico de africanos, tensões, medos e luta por liberdade nas águas da Baía de Todos-os-Santos em 1848
Nos caminhos do cativeiro, na esquina com a liberdade: alforrias, resistência e trajetórias individuais na Bahia setecentista
Alforrias nas minas do Rio de Contas setecentista
O horizonte da liberdade e a força da escravidão: últimas décadas do século XIX
Falsas verdades, boas desculpas: as juntas de classificação e o Fundo de Emancipação
“Centenas de pessoas de diversas nações”: os trabalhadores livres, libertos e escravos da Bahia and San Francisco Railway Company
Os trabalhadores e a política no Brasil Império: o problema da cidadania operária em uma sociedade escravista (Salvador, 1850-1881)
Escravidão, liberdade e tensões raciais: a insurreição de 1867 em Santiago de Cuba
Os autores