SciELO Livros

Editora UFMG

 

O drama ético na obra de Graciliano Ramos: leituras a partir de Jacques Derrida

Buy at:

Synopsis

Aproximação crítica de dois escritores (aparentemente) muito distintos, este livro procura revelar como os trabalhos do narrador brasileiro Graciliano Ramos e do filósofo francês Jacques Derrida podem ser lidos de modo conjunto e articulado, tendo como foco principal a reflexão de natureza ética que atravessa, de maneira distinta mas comparável, os textos de ambos. O ponto de contato principal entre eles está no fato de que se dedicaram a pensar, de modo incisivo e bastante original, a questão da alteridade e sua relação com a linguagem, a política e a produção mesma do conhecimento. Ao longo destas páginas conceitos como os de herança, acolhimento, perdão e responsabilidade serão problematizados a partir de uma releitura aguda, informada pelo pensamento contemporâneo sobre cultura e vida literária, de obras-chave de Graciliano Ramos como Vidas secas, Infância e Memórias do cárcere.

Table of Contents

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales
I – Entre o passado e o porvir
II – A recusa da utopia
III – Abertura, alteridade, acolhimento
IV – Os deveres da memória
V – Responsabilidade/ resposta
Referências