SciELO Livros

EDUFBA

 

Salvador: transformações e permanências (1549-1999)

Synopsis

A obra realiza uma análise diacrônica da relação entre processo social e forma espacial, recuperando toda a complexidade do processo histórico de produção do território soteropolitano. Momentos deste processo são revelados e analisados pelo autor, que identifica, para cada período estudado, os agentes modeladores principais, as contradições socioespaciais existentes, as heranças, rupturas e permanências.

Table of Contents

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales
Introdução
1 Implantação da “cabeça de ponte”: capital colonial defensiva (1549/1650)
2 A idade de ouro de Salvador: riqueza e religiosidade (1650/1763)
3 Capital de capitania: hegemonia mercantil (1763/1823)
4 Salvador no Império: instabilidade e africanização (1823-1849)
5 Salvador no Império: estabilidade e infraestruturação (1850/1889)
6 Salvador na República: reformas urbanas e europeização (1889-1944)
7 Pré-metropolização: migrações e grande expansão (1945-1969)
8 Metropolização: acessibilidade e americanização (1970-1999)
9 A estrutura espacial da metrópole
10 Conclusões
Fontes consultadas
Caderno de imagens