SciELO Livros

Editora UNESP

 

Geografias do drama humano: leituras do espaço em São Bernardo, de Graciliano Ramos, e Pedro Páramo, de Juan Rulfo

Synopsis

Este livro analisa o processo de construção do espaço que permeia os romances São Bernardo (1934), do escritor brasileiro Graciliano Ramos (1892-1953), e Pedro Páramo (1955), escrito pelo mexicano Juan Rulfo (1918-1986), explicitando as analogias e os contrastes entre as duas obras, a partir da percepção de que ambas projetam, no processo de construção do espaço, lugares que revelam conflitos sociais, psicológicos e existenciais do homem em confronto com sua origem e seu destino. Com esse pressuposto, o livro investiga a relação íntima e direta do espaço com as personagens, as conseqüências da particularização do espaço pela violência, as paisagens que refletem a solidão, a incomunicabilidade e o desamor presentes no universo poético de ambos os romances desses dois grandes expoentes da literatura latino-americana. O livro demonstra que ambas as obras retratam a complexidade das sociedades da América Latina, simbolizadas num espaço rural emblemático que expressa, em perspectiva poética e sem caráter documental, diversas facetas da realidade.

Table of Contents

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales Preview PDF
Introdução Preview PDF
São Bernardo: caminho e desilusão Preview PDF
Pedro Páramo: Comala e o espaço encruzilhada Preview PDF
Espaços do enquadramento do drama humano Preview PDF
Palavras finais Preview PDF
Referências bibliográficas Preview PDF
Creative Commons License All the contents of this work, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution-Non Commercial-ShareAlike 3.0 Unported.