SciELO Livros

Editora FIOCRUZ

 

A sociologia do Brasil urbano

Synopsis

Em meio às comemorações pelos 450 anos de fundação da cidade do Rio de Janeiro, a Editora Fiocruz traz ao público a segunda edição de um livro que é referência no estudo de habitações populares e favelas no Brasil e na América Latina: A Sociologia do Brasil Urbano, do antropólogo Anthony Leeds e da cientista política Elizabeth Leeds. O original, fruto de uma década de pesquisas, havia sido originalmente publicado em 1978 por iniciativa do antropólogo Gilberto Velho. A nova edição, organizada por Elizabeth Leeds e pela socióloga Nísia Trindade Lima, vem reparar uma ausência: a obra encontrava-se esgotada e, portanto, inacessível às novas gerações de pesquisadores. A Sociologia do Brasil Urbano apresenta análises sobre a estrutura de poder e de classes à luz da história das favelas e dos assentamentos não controlados na América Latina. As favelas do Rio de Janeiro, objeto privilegiado pelo estudo, foram analisadas pelo modo como foram tratadas pelo Estado e como eram desenvolvidas as políticas de habitação.

Table of Contents

Front Matter / Elementos Pré-textuais / Páginas Iniciales
Apresentação da 2a Edição
Anthony Leeds, Visto por um Filhote Ligeiramente Rebelde
Apresentação da 1a Edição
1. Introdução
2. Poder Local em Relação com Instituições de Poder Supralocal
3. Carreiras Brasileiras e Estrutura Social: um estudo de caso e um modelo
4. O Brasil e o Mito da Ruralidade Urbana: experiência urbana, trabalho e valores nas ‘áreas invadidas’ do Rio de Janeiro e de Lima
5. Tipos de Moradia, Arranjos de Vida, Proletarização e a Estrutura Social da Cidade
6. Favelas e Comunidade Política: a continuidade da estrutura de controle social
7. Considerações sobre Diferenças Comportamentais: três sistemas políticos e as respostas das áreas invadidas por posseiros no Brasil, no Peru e no Chile
Imagens