SciELO Livros

Editora UNESP

 

Administração, poder e ideologia

Synopsis

Obra indispensável e singular na crítica da administração, proporciona subsídios para a compreensão do capitalismo contemporâneo. De leitura proveitosa a todos que valorizam o trabalho humano, o autor apresenta uma análise crítica do papel das grandes corporações no Mercado - eixo da grande reorganização do capitalismo após a crise econômica mundial dos anos 70. Aborda: a nova exploração do trabalho que mudou as formas disciplinares do capitalismo; a internacionalização da economia na tendência da condução das políticas governamentais; as atividades artísticas e culturais através do mecenato; a decisão sobre os rumos da pesquisa científica, o trabalho e suas teorias participativas, como a co-gestão, ideologia que procura encobrir novas práticas de exploração, incidindo sobre a criatividade social da classe trabalhadora; a questão do ser político do trabalhador que as políticas de Recursos Humanos das empresas querem subjugar e neutralizar, recorrendo à psicologia e à sociologia, que buscam reduzir o político ao psicológico.