SciELO Livros

Editora FIOCRUZ

 

A saúde persecutória: os limites da responsabilidade

Synopsis

Os autores, ao cunharem a expressão ´saúde persecutória´, discutem a “complexa tarefa de avaliar a real efetividade das propostas individualistas hegemônicas de promoção em saúde centradas em evidências científicas” e as conseqüências de uma concepção de promoção e prevenção em saúde que, coerente com o liberalismo, minimiza a dimensão pública da responsabilidade pela saúde dos indivíduos.